logo preta
Pesquisar
Close this search box.

Araranguá sofre com fortes chuvas; mais de 40 pessoas estão desabrigadas

O Rio Araranguá invadiu áreas que sofrem com alagamentos, como o bairro Barranca e também a localidade de Baixinha

O município de Araranguá vem sofrendo com às fortes chuvas que atinge o Sul Catarinense desde o começo do fim de semana. A Defesa Civil, juntamente com a Secretaria Municipal de Obras, teve um domingo, dia 12, movimentado em busca de minimizar os problemas em Araranguá.

Durante a madrugada, por volta das 4h, a comporta localizada no bairro Barranca já teve que ser fechada pelos profissionais, devido ao volume intenso de águas que descia pelo Rio Araranguá. Conforme informações, entre a sexta-feira, dia 10, e o sábado, dia 11, ou seja, em 48 horas, caiu em torno de 214 milímetros de chuva na cidade.

Esse número, representa a três meses de precipitação. Diante disso, o Rio Araranguá invadiu áreas que normalmente sofrem com alagamentos, como o bairro Barranca e também a localidade de Baixinha.

O temporal também provocou acumulo de água em outros pontos, entre eles, o bairro Polícia Rodoviária, Caverazinho, Jardim Cibele, Urussanguinha, Santa Catarina e outras áreas do município. As equipes responsáveis também efetuaram vistorias no Rio Araranguá e em encostas de morros que poderiam causar deslizamentos.

Desabrigados

A situação em Araranguá, devido às cheias, é preocupante. As primeiras famílias foram retiradas do bairro Barranca, durante a madrugada de domingo, dia 12, pela Defesa Civil, sob a liderança do Coordenador Municipal, André Zanette. Até o momento da publicação, 45 pessoas foram acomodadas em um alojamento montado no Ginásio de Esportes Padre Ézio Julli.

Os acontecimentos seguem sendo monitorados, e as famílias desalojadas estão recebendo alimentação e cuidados das Secretaria de Saúde e Assistência Social. Conforme alerta da Defesa Civil, a indicação é que evitem áreas alagadas e que moradores não saiam de suas casas, além de evitarem viagens para outros municípios.

Um canal que foi aberto próximo à barra, no ano passado, tem ajudado na contenção da elevação do Rio Araranguá, que estava marcando 2,60 metros acima do leito normal no momento da medição, às 3:28h da madrugada desta segunda-feira, dia 13.

Vídeo e fotos:

Gostou da notícia então compartilhe:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp

Noticias relacionadas

Destaques

plugins premium WordPress