logo preta
Pesquisar
Close this search box.

Funcionário mata chefe a tiros após discordar de mudança no trabalho

Vítima de 43 anos foi morta a tiros na chegada do trabalho nesta quarta-feira, em Chapecó, no Oeste. Apontado por ser o autor do crime cometeu suicídio.

Um homem de 43 anos foi assassinado com pelo menos cinco tiros na chegada do trabalho na manhã desta quarta-feira (8) em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. A vítima era chefe do homem suspeito do crime.

A principal hipótese, de acordo com a Polícia Militar, é de que o crime tenha sido motivado por uma discussão no serviço, mudança e remanejamento do autor, de 63 anos, para outro serviço no local. A empresa faz obras de pavimentação e terraplanagem.

De acordo com o delegado Éder Matter, o suspeito cometeu suicídio após atirar contra o chefe. A Polícia Civil investiga os detalhes do crime.

Testemunhas disseram à PM que o suspeito chegou na empresa afirmando que iria se “acertar com a vítima” já que no dia anterior os dois tinham se desentendido. Quando o chefe chegou, de motocicleta, foi atingido pelos tiros.

Conforme funcionários ouvidos pela PM na empresa, o desentendimento entre os dois homens aconteceu durante uma obra, quando o autor estava fotografando e filmando os trabalhos. Como não era permitido pela empresa o registro, o autor foi remanejado da obra para outro local.

Ainda segundo a PM, a empresa afirmou que os dois envolvidos não tinham histórico de problemas psicológicos e que a confusão não tinha sido grave.

O Corpo de Bombeiros e Polícia Científica também foram acionadas.

Gostou da notícia então compartilhe:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp

Noticias relacionadas

Destaques

plugins premium WordPress