logo preta
Pesquisar
Close this search box.

Homem confessa ter envenenado filho de quatro anos com chumbinho para atingir ex-mulher

O crime ocorreu em Maceió na última segunda-feira (27) e o suspeito foi preso na quarta-feira (29)

Um menino de quatro anos morreu após consumir mingau com “chumbinho” em  Maceió, Alagoas. O veneno teria sido colocado na comida pelo próprio pai da criança, que confessou ter matado o filho para causar sofrimento à ex-mulher, mãe do menino. O crime ocorreu na última segunda-feira (27) e o suspeito foi preso na quarta-feira (29).

De acordo com a polícia, o criminoso, de 24 anos, levou a criança para a creche após dar-lhe o mingau envenenado no café da manhã. Na escola, ele se desfez do pote que continha o veneno, na tentativa de colocar a culpa da morte do filho na instituição de ensino, conforme apontam as investigações.

Na terça-feira (28), dia em que o menino completaria cinco anos, ocorreu o enterro. Na ocasião, o pai concedeu entrevistas, afirmando que estava abalado e esperava por justiça.

Imagens de câmeras de segurança capturaram o momento em que o pai joga fora o pote de chumbinho na escola. Confrontado com as filmagens, ele confessou o crime, segundo a polícia.

A perícia confirmou que a substância encontrada no frasco foi a responsável pela morte da criança. Ainda de acordo com a polícia, o crime foi premeditado. “Ele planejou o assassinato de seu próprio filho por mais de uma semana. Adquiriu o frasco de chumbinho no valor de R$ 13, utilizando seu próprio cartão”, disse o delegado Gustavo Xavier.

Em depoimento, o pai relatou que enquanto o mingau era preparado pela avó da criança, ele jogou o veneno na panela e depois alimentou o filho. Na escola, a criança passou mal e foi levada a uma UPA (unidade de pronto-atendimento) próxima, mas não sobreviveu.

Gostou da notícia então compartilhe:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp

Noticias relacionadas

Destaques

plugins premium WordPress