logo preta
Pesquisar
Close this search box.

Pai de família foi morto após aceitar frete em Florianópolis: “imensurável a dor”

“Domingo foi seu aniversário e hoje você partiu. Imensurável a dor de perder você pai, eu nunca imaginei que passaria por isso tão cedo”, desabafou sua filha nas redes sociais.

 

Uma tragédia chocou Florianópolis nesta madrugada de quinta-feira, 30 de maio. Gesoel Telles Cordeiro, um trabalhador de fretes, foi brutalmente assassinado por seis criminosos armados. O episódio ocorreu quando Gesoel estava prestando um serviço de mudança na casa de um cliente chamado Valter, no bairro Forquilhinhas, em São José. Após carregar o caminhão com os itens da mudança, ele foi alvejado a tiros quando retornava para casa.

 

 

A esposa de Gesoel relatou que estava aguardando o marido em casa quando ouviu disparos. Desesperada, ela correu até o local e encontrou Gesoel ferido no chão. Com a ajuda de um bombeiro civil, ela transportou Gesoel até a base do SAMU no bairro Coqueiros, mas ele não resistiu aos ferimentos.

 

Segundo testemunhas, os criminosos acusaram Gesoel de apoiar um homem chamado Valter, o que ele negou antes de ser alvejado. O irmão da vítima também estava presente e viu seis homens armados saindo de dois carros e confrontando Gesoel. Além disso, um ajudante da mudança fugiu junto com os criminosos.

 

A Polícia Militar foi acionada e registrou o caso, chamando os órgãos competentes para investigação. A comunidade de Vila Aparecida, em Florianópolis, está abalada com a tragédia e aguarda justiça para Gesoel Telles Cordeiro, cuja vida foi ceifada de maneira brutal e injusta.

Fonte Jornal Razão

Gostou da notícia então compartilhe:

Facebook
Twitter
Telegram
WhatsApp

Noticias relacionadas

Destaques

plugins premium WordPress